Imprimir Imprimir    Imprimir Enviar por e-mail   
Worker Produtos de Limpeza

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico
FISPQ


Cera Líquida Worker  

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA
Nome do Produto: Cera Líquida Worker.
Aplicação: Limpar e dar brilho a pisos.
Fabricante: Ivan P. Ramos Produtos Químicos.
Rua 24 de Fevereiro, 111-A Bonsucesso
Fone/Fax: (21) 2590-6511
Telefone de emergência: CEATOX – (11) 3069-8571 ou 0800148110

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES
Natureza Química: Este produto químico é um preparado.

Nome Químico
N° CAS
%
Classificação de Risco
Álcool ceto etoxilado
68439-49-6
0,54
CLASSE DE RISCO I (ANVISA)
Formol
112-02-7
0,2
Cera de carnaúba
8015-86-9
3,0
Resina acrílica TBEP 100
ND
0,18
Essência ND
0,14
Silicone emulsionado ND
0,1
Resina acrílica LRM 102 ND
0,6
Água --------
qsp 100
Nonil fenol etoxilado
9016-45-9
0,14
Classificação e rotulagem de perigo:

3. IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS

Efeitos do produto:

  • Efeitos adversos à saúde humana: o produto contém em sua formulação componentes que podem causar irritação ocular, irritação gastrintestinal e dermatites.

Efeitos ambientais:

  • a dispersão em excesso no ambiente pode contaminar a área.

Perigos específicos:

  • não há outros perigos relacionados ao produto.

Principais Sintomas: o contato prolongado e freqüente do produto pode causar o eventual aparecimento de dermatites.  O contato direto com os olhos pode causar irritação ocular. Se ingerido ou inalado em grande quantidade pode causar náuseas e vômitos.

4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS
Medidas de primeiros socorros: remover a vítima para um local arejado. Retirar as roupas contaminadas.   Lavar as partes do corpo atingidas com água e sabão.

Contato com a pele: lavar imediatamente a área afetada com água e sabão.   Remover as roupas contaminadas. Ocorrendo efeitos adversos , consultar um médico.  Lavar as roupas contaminadas antes de reutilizá-las.

Contato com os olhos: lavá-los imediatamente com água em abundância.  Consultar um médico.

Ingestão: não provocar vômito, entretanto, é possível que o mesmo ocorra espontaneamente, não devendo ser evitado. Procure um médico imediatamente.

5. MEDIDAS DE PREVENÇÃO E COMBATE À INCÊNDIO
Meios de extinção apropriados: espuma, CO2, pó químico e água, em último caso.

EPI’s indicados: utilizar EPI adequado para evitar o contato direto com o produto.  Avental de PVC, luvas de borracha e botas de borracha são recomendados.  Máscara autônoma deve ser utilizada para evitar a exposição à gases e fumos provenientes da combustão do produto.

6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU VAZAMENTO
â Precauções pessoais: utilizar macacão impermeável, óculos protetores, botas de borracha e luvas de nitrila ou PVC. A proteção respiratória deverá ser realizada dependendo das concentrações presentes no ambiente ou da extensão do derramamento/vazamento. De qualquer modo, deverá se optar por máscaras semifaciais ou faciais inteiras com filtro substituível, ou ainda, respiradores de adução de ar (ex: máscaras autônomas).

  • Remoção das fontes de ignição: interromper a energia elétrica e desligar fontes geradoras de faíscas. Retirar do local todo material que possa causar princípio de incêndio.
  • Controle de poeira: não aplicável por tratar-se de um líquido.
  • Prevenção contra inalação e contato com pele, mucosas e olhos: utilizar roupas e acessórios descritos acima.

Precauções para o meio ambiente: evitar a contaminação dos cursos d’água vedando a entrada de galerias de águas pluviais (boca de lobo). Evitar que resíduos do produto derramado atinjam coleções de água construindo diques com terra , areia ou outro material absorvente.

Métodos para limpeza: conter e recolher o derramamento com materiais absorventes inertes (ex: areia, terra, terra de diatomácea). Colocar os resíduos em um recipiente para eliminação de acordo com as regulamentações locais. Limpar preferivelmente com um detergente; evitar o uso de solventes.

Prevenção de perigos secundários: evitar que o produto contamine riachos, lagos, fontes de água, poços, esgotos pluviais e efluentes.

7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO
Manuseio:

  • Medidas técnicas: aplicar o produto na superfície a ser limpa com uma flanela ligeiramente umedecida. Em seguida, passar uma flanela seca e macia para dar brilho.
  • Prevenção da exposição do trabalhador: o produto destina-se à utilização pelo consumidor final. Não comer, beber ou fumar durante o manuseio do produto. Não abrir a embalagem com a boca. Não manipular e/ou carregar embalagens danificadas.
  • Precauções para manuseio seguro: conservar fora do alcance de crianças e de animais domésticos.
  • Orientações para manuseio seguro: aplicar conforme orientação da embalagem. No caso de sintomas de intoxicação, interromper imediatamente o manuseio.

Armazenamento:

  • Medidas técnicas apropriadas: manter o produto e suas eventuais sobras em suas embalagens originais adequadamente fechadas.
  • Condições de armazenamento:
    - Adequadas: manter o recipiente adequadamente fechado, à temperatura ambiente e ao abrigo da luz. Armazená-lo em local exclusivo para produtos de limpeza. Trancar o local evitando o acesso de crianças e animais.
    - A evitar: locais úmidos e com fontes de calor e exposição à luz solar.
    - Produtos e materiais incompatíveis: não armazenar junto com alimentos e bebidas, inclusive os destinados para animais.

Materiais seguros para embalagens:

  • Recomendadas: produto já embalado em embalagem apropriada.

8. PROTEÇÃO INDIVIDUAL
A utilização adequada do produto não implica na necessidade da utilização de equipamentos de proteção individual. No entanto, em caso de exposição excessiva (derramamento / vazamento ou incêndio), utilizar macacão impermeável, óculos protetores, botas de borracha e luvas de nitrila ou PVC, com a finalidade de evitar qualquer contato dérmico. A proteção respiratória deverá ser realizada dependendo das concentrações presentes no ambiente ou da extensão do derramamento / vazamento. Para tanto, deverá se optar por máscaras semifaciais ou faciais inteiras para evitar a inalação do produto.

9. PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS
Estado físico: Líquido opaco sem viscosidade.
Cor: branca.
Odor: floral.
pH: 6,0 – 8,0
Ponto de ebulição: não determinado
Ponto de fulgor: não aplicável por se tratar de um produto à base de água
Solubilidade: solúvel em água

10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE
Instabilidade: o produto é estável à temperatura ambiente e ao ar, sob condições normais de uso e armazenagem.

Reações perigosas: não há reações perigosas conhecidas.

Produtos perigosos de decomposição: a queima pode produzir gases tóxicos e irritantes, além de dióxido e monóxido de carbono.

11. INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS
O produto contém, em sua formulação, compostos, que se ingeridos, podem provocar irritações severas no trato gastrintestinal e diarréia.

  • Efeitos locais:
    - Irritabilidade dérmica: o contato prolongado com o produto pode causar reações alérgicas e irritações locais.
    - Irritabilidade ocular: o produto pode causar irritação ocular se houver o contato direto.

â Toxicidade crônica: a exposição repetida a concentrações elevadas do produto, pode causar irritações da pele e dos olhos. Não são conhecidos efeitos crônicos tais como carcinogenicidade ou efeitos reprodutivos em decorrência de exposição crônica aos componentes da formulação.

12. INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS
Efeitos ambientais, comportamentais e impactos do produto:

  • Persistência / Degradabilidade: espera-se que a persistência do produto no meio ambiente seja baixa em virtude da biodegradabilidade de seus componentes.
  • Ecotoxicidade:
    - Toxicidade para organismos aquáticos: Espera-se que o produto seja rapidamente biodegradado, entretanto, concentrações elevadas como em casos de derramamento, podem causar toxicidade aos organismos do solo.
    - Toxicidade para organismos do solo: não há dados disponíveis de toxicidade aos organismos do solo. Espera-se que o produto seja rapidamente biodegradado, entretanto, concentrações elevadas como em casos de derramamento, podem causar toxicidade aos organismos do solo.

13. CONSIDERAÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO
Métodos de Tratamento e Disposição:

  • Produto: a desativação do produto é de responsabilidade do fornecedor. Desta forma, produtos com validade vencida devem ser encaminhados ao mesmo para desativação e destinação apropriada de acordo com a política interna do fornecedor.
  • Restos de produtos: manter as eventuais sobras dos produtos em suas embalagens originais adequadamente fechadas, para posterior devolução ao fornecedor.
  • Embalagem usada: o armazenamento da embalagem vazia deve ser efetuado em local coberto, ventilado, ao abrigo de chuva e com piso impermeável além de diques de contenção. A destinação final das embalagens vazias somente poderá ser realizada pela empresa registrante ou usuária ou por empresas legalmente autorizadas pelos órgãos competentes. É proibida ao usuário a reutilização das embalagens vazias. A reciclagem pode ser aplicada desde que obedecidas às legislações pertinentes.

14. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSPORTES
Regulamentações nacionais e internacionais

O PRODUTO NÃO É CLASSIFICADO COMO PERIGOSO PELA LEGISLAÇÃO DE TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS.

15. REGULAMENTAÇÕES

Regulamentações:
Empresa registrada no Ministério da Saúde sob n° 3.02.556-1
Processo de Notificação: 25351.172951/2002-09

â Informações sobre riscos e segurança conforme escritas no rótulo:
CONSERVAR FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS E DE ANIMAIS DOMÉSTICOS.
Mantenha a embalagem bem fechada.
Não reutilize a embalagem vazia.

16. OUTRAS INFORMAÇÕES
“ As informações desta ficha representam os dados atuais baseados em conhecimentos e pesquisas dos fornecedores de nossas matérias-primas e de nossos próprios conhecimentos para que o manuseio deste produto esteja de acordo com as especificações no rótulo. Quaisquer outros usos do produto que não os recomendados, serão de responsabilidade do usuário.”



www.worker-rj.com.br